• sertaocentralnews

BOLSONARO SUSPENDE DISCUSSÃO SOBRE RENDA BRASIL E CRITICA PROPOSTA DA EQUIPE ECONÔMICA

Imagem reprodução.

O presidente Jair Bolsonaro criticou a proposta da equipe de Paulo Guedes para o Renda Brasil. Durante evento em Ipatinga, Minas Gerais, nesta quarta-feira (26), Bolsonaro disse que "a proposta que a equipe econômica deu não será enviada ao parlamento". O presidente se reuniu na terça (25) com a equipe econômica para discutir o Renda Brasil dentro do pacote Pró-Brasil, que seria lançado ontem, mas o evento foi adiado.

Bolsonaro afirmou que pretende fechar até esta sexta-feira (28) o pacote econômico que, entre outras coisas, cria o Renda Brasil – programa social que vai substituir o Bolsa Família. O ministro Paulo Guedes defende um valor entre R$ 247 e R$ 270, mas o presidente quer R$ 300. O Renda Brasil, segundo os estudos do governo, pode extinguir outros programas como o Farmácia Popular e o Seguro Defeso, pago a pescadores em época de reprodução das espécies. Outra proposta de Paulo Guedes para atingir os R$ 300 é acabar com as deduções de despesas médicas e com educação do Imposto de Renda. A avaliação é de que a renúncia de receitas – que geraria uma economia de R$ 42 bilhões – beneficia, na maior parte das vezes, famílias de classes média e alta.


"Como por exemplo, a questão do abono para quem ganha até dois salários mínimos, seria um 14º salário. Não podemos tirar isso de 12 milhões de pessoas para dar para um Bolsa Família ou Renda Brasil, seja lá qual for o nome desse programa. Ou o Brasil começa a produzir, a realmente fazer um plano que interessa a todos nós, o melhor programa social que existe – que é o emprego – ou nós estamos fadados ao insucesso", criticou Bolsonaro as propostas de Guedes sobre o orçamento para o programa social.

7 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 - 2021 Todos os direitos reservados.