• sertaocentralnews

FEIRA VIRTUAL DE QUIXERAMOBIM ESTIMULA PROFISSIONALIZAÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR


Imagem reprodução.

Na última quarta-feira (17), o Instituto de Arte, Cultura, Lazer e Educação (Iarte) promoveu a oitava Feira Virtual de Quixeramobim com uma grande procura pelos produtos da agricultura familiar. O evento semanal é transmitido pelo Instagram e conta com a divulgação pelo Whatsapp e por emissoras de rádios locais. A próxima feira virtual acontece no dia 24 de junho e os pedidos podem ser encaminhados pelo Whatsapp de número: (88) 9.8842-1385.


Na avaliação de Gizélia Ribeiro, o principal legado do evento, que começou em decorrência da proibição das feiras públicas, em razão da pandemia, é a participação feminina, facilitando o envolvimento de “toda a família nas atividades da agricultura familiar”. “Os agricultores entenderam a importância das capacitações e, assim, poder entregar um produto com qualidade, incluindo pré-pesagem, ficha técnica e precificação”, relata a presidente do Instituto.


“(Mesmo à distância) O Iarte continua prestando orientações sobre o combate à Covid-19 e, também, repassamos orientações técnicas sobre os manejos agropecuário e agroecológico, e instruções sobre manipulação dos alimentos e boas práticas de fabricação e comercialização”. A Secretaria do Desenvolvimento Agrário e o Instituto Agropolos do Ceará são parceiros através do Projeto de Assistência Técnica e Extensão Rural.


A feira do Iarte disponibiliza ao clientes produtos como galinha e ovos caipiras, carnes ovinas e caprinas e filé de peixe. E também: laticínios, pães, biscoitos e bolos, pamonha, feijão, frutas e polpas de frutas, dentre outros gêneros da agricultura familiar. “A feira on-line é de grande valor porque passamos por um momento de difícil e os clientes elevam a nossa renda e ajudam a suprir as necessidades das nossas famílias”, parabeniza Carlos Sérgio, da comunidade Monte Castelo, Quixeramobim.


A Secretaria do Desenvolvimento Agrário estimula a promoção das vendas on-line durante o período de isolamento social obrigatório. Além de colaborar na divulgação de uma série de iniciativas, baseadas em conceitos como delivery, drive trhu e vendas virtuais, o órgão do Governo do Ceará lançou o Portal da Agricultura Familiar como forma de fornecer uma vitrine da produção agrícola do Estado e aproximar consumidores e clientes.


“Essa feira foi muito importante, porque precisamos aproveitar os nossos produtos na época. Ainda hoje, encontrei uma cliente que me perguntou se essa feira era nossa e eu confirmei”, revela a agricultora familiar Maria José. “A gente está deixando de correr esse risco de vender no meio da rua. É só entregar aqui (no Iarte) e voltar para casa”, reforça Francisco Sérgio, que há dezessete anos trabalha como feirante em Quixeramobim.

Fonte: Governo do Ceará.

17 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 - 2021 Todos os direitos reservados.