• sertaocentralnews

GOVERNO ACEITA PAGAR NOVO AUXÍLIO SEM CONTRAPARTIDA IMEDIATA


Foto: Reprodução

O governo vai propor ao Congresso pagar novamente o auxílio emergencial para pessoas de baixa renda afetadas economicamente pela pandemia da Covid-19 sem exigir, em um primeiro momento, contrapartida para cobrir as despesas com uma nova rodada do benefício.


A ideia da equipe econômica é pedir autorização ao Congresso para se endividar e poder fazer o pagamento fora das regras do teto de gastos e da meta fiscal.


A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) Emergencial preverá um compromisso de compensação fiscal, como congelamento dos salários dos servidores, mas somente se o governo sentir necessidade disso adiante. Ou seja, sem prazo ou garantia de que isso realmente será adotado.


A necessidade de contrapartida vinha sendo defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, como única condição para a retomada do auxílio. Lideranças do Congresso, contudo, sinalizavam que não aprovariam a PEC nesses moldes.

70 visualizações0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 - 2021 Todos os direitos reservados.