• sertaocentralnews

PREFEITA ELEITA DE CARIDADE É CONSIDERADA INELEGÍVEL E TEM CANDIDATURA INDEFERIDA

Imagem reprodução.

A candidatura de Simone Tavares (PDT), prefeita eleita do município de Caridade, a 95 km de Fortaleza, foi indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral nessa quarta-feira (18). A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) considerou a candidata inelegível com base na Lei da Ficha Limpa.

Segundo a decisão, a candidata Simone Tavares foi secretária municipal da cidade e teve contas de gestão na Secretaria Municipal de Saúde reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) após a identificação de uma série de irregularidades. Em 2004 foi realizada a compra de R$ 55,2 mil reais em medicamentos sem licitação e houve ainda atraso na remessa de documentação mensal relativa a despesas e receitas ao TCM.

O caso chegou ao TRE, segundo instância da Justiça Eleitoral, depois que a Promotoria Eleitoral da 111ª Zona Eleitoral recorreu da decisão do juiz de deferir a candidatura de Maria Simone, integrante do Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ação questionando a candidatura também foi movida por outro candidato, João Antônio de Castro, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). “A irregularidade que o TCM considerou ao julgar irregulares as contas da recorrente é insanável e configura ato doloso de improbidade administrativa, de modo que incide, no caso, a inelegibilidade prevista na da Lei Complementar nº64/90”, destacou no parecer a procuradora regional eleitoral Lívia Sousa.

Polêmica do tatu:

No início da semana um vídeo gravado durante a comemoração da vitória de Simone Tavares causou polêmica, após uma mulher aparecer dando o que seria bebida alcoólica para um tatu.

248 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 - 2021 Todos os direitos reservados.