• sertaocentralnews

PROFESSORA GRÁVIDA MORRE DE COVID-19 APÓS PRIMEIRA AULA PRESENCIAL


Imagem reprodução.

Uma professora que estava grávida de cinco meses morreu devido a complicações da Covid-19 em Paranatinga, a 336 km de Cuiabá (MT), no sábado (17/7). Juliana Daletezze dos Reis, de 30 anos, deu aulas presenciais na sexta-feira (16/7) e passou mal ao fim do expediente.


A professora foi para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ela testou positivo para a Covid-19 e, com o comprometimento dos pulmões, foi intubada imediatamente. A suspeita é que ela tenha contraído o vírus dias antes, mas não sabia.


Juliana precisou ser transferida para a Santa Casa de Misericórdia, em Rondonópolis. No entanto, morreu após complicações respiratórias.


Apesar da vacina já ter sido liberada para grávidas e professores do estado, Juliana não tinha se vacinado. Ela aguardava avaliação do médico que a acompanhava.


A professora não tinha comorbidades, era casada e tinha um filho de cinco anos. Juliana trabalhava na educação infantil e no ensino fundamental de uma escola particular da cidade.


28 visualizações0 comentário